Fone: (12) 3105 1536
Fone/FAX: (12) 3105 1177
Topo do menu
Acesse também
Rodapé do menu
Encontre um produto

Santo do dia

20 de Maio


São Bernardino de Siena

Nasceu em Massa perto de Siena, Toscana, Itália em 8 de setembro de 1380 e morreu em Áquila em 20 de Maio de 1444 , foi canonizado pelo Papa Nicolau V em 1450.

Filho do governador de Massa, Bernardino foi colocado aos cuidados de uma tia após a mote de seus pais em 1386. Ela proveu a sua educação e com 17 anos ele entrou para a congregação de Nossa Senhora em Siena.
Quando a praga atingiu Siena em 1400, Bernardino ofereceu para tomar conta do hospital e sua generosidade, coragem e piedade fizeram dele um herói. Ele também juntou 12 amigos que arriscaram suas vidas para ajudarem com os doentes. Durante os meses mais pestilentos Bernardino organizou um serviço de resgate e trabalhou sem descanso e milagrosamente não contraiu a peste. Vários de seus companheiro morreram ao contraírem a doença e algumas fontes dizem que ele também a contraiu mas conseguiu milagrosamente se salvar. Ele ainda cuidava da sua tia cega e até ela falecer aos 90 anos.

Certa vez orando em frente ao crucifixo, teve uma visão, igual de São Francisco de Assis, na qual o Jesus descia da cruz e vinha ao seu encontro nú, e com todas as dores e chagas.
Ele não pode resistir ao apelo que viu nos olhos de Jesus e deu tudo que tinha e tomou o hábito em 8 de setembro de 1402 e entrou para um Mosteiro Franciscano em Clomaio perto de Siena. Em setembro de 1804 ele foi ordenado e mudou-se para Florença. Nos 12 anos seguintes ele pregou sem cessar. Em Milão em setembro 1 de 1417 ele fez o seu primeiro sermão em uma igreja e sua eloquência e fervor atraíram uma multidão tão grande que teve de fazer o sermão de fora da igreja.

O povo fez ele prometer que voltaria no ano seguinte, antes de deixarem que ele fosse pregar na Lombardia. Ele cobriu metade da Itália, geralmente a pé pregando duas a três horas por dia e freqüentemente dando vários sermões em um só dia geralmente em um púlpito fora da igreja porque as multidões eram tão grande que não cabiam nas igrejas.
Ele atacava a usura de forma feroz e denunciava os governantes e os poderosos. Por outro lado, ele não tinha nenhuma característica comum da época, como acreditar em bruxarias e em nas hostilidades contra Jesus.
Certa vez um jogador profissional reclamou que Bernardino havia acabado com o seu ganha pão pois ninguém mais na cidade queria jogar e Bernardino deu a ele um novo oficio: fazer cartas com as iniciais IHS e elas foram todas vendidas na maior facilidade.
Alguns de seu sermões foram criticados na Universidade de Bolonha pela sua controvérsia e deu a ele algum problema durante 8 anos até que tudo terminou a seu favor. Os seu detratores o acusaram de encorajar praticas supersticiosas. Eles disseram que ele carregava com ele um cartão com o nome de Jesus escrito no cartão e quando ele encontrava um pecador ele mostrava o cartão ao pecador e do cartão saía raios de luz. O denunciaram ao Papa Martinho V. Ele foi absolvido das acusações depois de examinado a sua doutrina e conduta. A luz do seu cartão com as inicias IHS, podia ser uma visão de seu devotado espirito e paixão que tinha por Jesus, que eram transmitido ao pecador. O Papa Marinho V ficou tão impressionado que ofereceu a ele um bispado em Siena em 1427, mas ele agradeceu. Em 1428 ele se tornou o Vigário Geral dos Frades da Ordem da Estrita Observância. Ele reformou as regras envolvendo os frades, pregadores e professores e muitos conventos passaram da Comum para a Estrita Observância. De fato o número de frade passou de 300 para 4000 e os quando os frades evitavam os escolares como sendo ricos, Bernardino forçou que ele fossem aceitos como instrutores de teologia e lei canônica, como parte dos currículos regulares.
Em 1430 ele escreveu trabalhos teológicos em Latin e em Italiano e que cobriam os principais itens doutrinários e morais da Cristianismo alem do seu "Tratado da Santa Virgem". Ele fundou Colégios de teologia em Perugia e Monterido.
Em 1442 ele obteve permissão para renunciar os seu oficio e assistir o Consilho de Florença onde deu importantes contribuições teológicas. Mesmo com a saúde abalada, Bernardino insistiu um uma ultima jornada missionária. Começou em Massa em 1444 onde ele pregou por 50 dias consecutivos Embora estivesse morrendo ainda foi para Nápoles onde pregou, e depois ainda foi para Aquila e Ambruzzi, onde ele finalmente morreu.

A sua tumba em Aquila logo passou a ser um local de peregrinação e de muitos milagres. Ele foi um dos maiores missionários do 15° século e foi canonizado apenas 6 anos após a sua morte. Ele é chamado de "Pregador do Povo" porque seus sermões eram cheios de vívidos exemplos populares, desde a historia de um solteirão até a de uma dona de uma casa de modas.
São Bernardino certa vez escreveu:
"Tantas são as criaturas que servem a Deus quanto são as servem a Maria".
São Bernardino é representado na arte litúrgica da Igreja como um velho franciscano segurando um cartão com o sinal IHS com raios saindo do cartão. Pintores Medievais e da Renascença o pintam com olhos de fogo. Outros mostram ele pregando na Praça de Siena e ainda outros o mostram com uma bandeira com as iniciais IHS ou com três mitras aos seus pés, lembrando o bispado que ele recusou.

É o padroeiro dos anunciantes...

Fonte: "Santos e Heróis do Povo", Cardeal Arns, Edições Paulinas
             Cancaonova.com

ícone Horário de Funcionamento:
todos os dias das 8h às 18h

Promoção do mês